PORTES GRÁTIS A PARTIR DE 50€

Saber Servir Vinho do Porto

SABER SERVIR VINHO DO PORTO

UM RITUAL COM HISTÓRIA

Servir um vinho do Porto num decanter encerra em si um ritual cheio de história e tradição, onde a cerimónia ajuda a reforçar o prazer que envolve estes vinhos civilizados e sofisticados. Todo o vinho do Porto pode ser servido num decanter, mas só os Porto Vintage, Late Bottled Vintage e os Crusted necessitam de ser decantados, por serem engarrafados sem serem filtrados.
Apresente o vinho do Porto num decanter bonito, acrescentando a beleza da cor do vinho aos aromas que se libertam, e aprecie os raros momentos de prazer com a degustação do vinho do Porto. Para vinhos recentes, deixe o vinho repousar num decanter 2 a 4 horas antes de beber para que o vinho alcance todo o seu potencial. Se for um Vintage ou LBV muito antigo, coloque-o no decanter só na hora de servir, para que não perca nenhum dos seus frágeis aromas em contacto com o ar.

O RITUAL DO DECANTER

Diz a tradição que na hora de servir, o decanter deve ser colocado na mesa à direita do anfitrião, que serve primeiro o convidado sentado à sua direita. Depois serve-se a si e passa o decanter ao seu convidado à esquerda e assim sucessivamente no sentido dos ponteiros do relógio até voltar ao seu ponto de partida.
Existem diversas explicações para esta tradição, algumas das quais remontam aos antigos celtas, povo que habitou o norte de Portugal e que acreditava que girar para a direita trazia azar. Outra explicação refere que o costume surgiu da necessidade de manter o braço da espada livre para o caso de surgirem problemas. Outra diz ainda que os oficiais ingleses nos navios de guerra giravam o vinho pela esquerda, o lado do porto. Mas a mais simples aponta o facto de as pessoas serem dextras e ser por isso mais prático passar o decanter pela esquerda. O mais importante, contudo, é garantir que todos os seus convidados apreciem um copo de vinho do Porto.

O COPO

O vinho do Porto é um dos melhores vinhos do mundo e ganha muito se apreciado no copo adequado para se poder apreciar a sua cor, os seus aromas e os seus sabores. Deve ser usado um copo de tamanho médio com haste e em forma de túlipa, para que possa ser levemente agitado para libertar os aromas, mostrando todas as suas qualidades. Segure no copo pela haste, para que a sua mão não obstrua a visão nem aqueça o conteúdo.
Desde dezembro de 2001 existe o cálice oficial do Vinho do Porto, desenhado por Álvaro de Siza Vieira, que permite apreciar ao máximo os seus momentos de prazer, valorizando a sua aparência e os seus aromas e sabores.

A TEMPERATURA

O vinho do Porto, que se distingue pela sua enorme diversidade e que nos surpreende pela riqueza e intensidade de aromas, apresenta um teor alcoólico elevado (de 19 a 22% vol.) e deve por isso ser degustado a temperaturas adequadas, que realcem as suas frutas e aromas. Deve evitar-se tomá-lo quente, onde a perceção do álcool (que já é elevado) suba ainda mais, tornando-se demasiado volátil e difícil de saborear.
– Branco (servido fresco): 6 a 7 ºC
– Branco : 8 a 12 ºC
– Ruby: 12 a 14 ºC
– Tawny: 14 ºC
– Colheita ou Tawny 10, 20, 30, 40: 16 ºC
– Vintage ou LBV envelhecido: 16 ºC
– Vintage ou LBV jovem: 18 ºC

AS NOSSAS SUGESTÕES

Portes Gratis acima de 200

Pagamentos Seguros

Garantia de Qualidade

Satisfacao do Cliente