PORTES GRÁTIS A PARTIR DE 50€

Casa Real Companhia Velha

Casa Real Companhia Velha

UM MARCO ÍMPAR NA HISTÓRIA DO VINHO DO PORTO

A Real Companhia Velha é um marco ímpar no que respeita a empresas de Vinho do Porto, com um passado feito de glórias desde 1756, data da sua primeira alusão, que por Alvará Régio de El-Rei D. José I, sob os auspícios do Primeiro Ministro, Sebastião José de Carvalho e Mello, o Marquês de Pombal, foi instituída e denominada Companhia Geral da Agricultura das vinhas do Alto-Douro ou Real Companhia Velha.

 

À Companhia foi depositada a incumbência de assegurar a cultura das vinhas e conservar a produção das mesmas.
Em 1870 a Real Companhia Velha, Vê os seus negócios prosperarem, numa altura em que exporta para a Escandinávia, Russa e sobretudo para o Brasil e a região platina.

 

Entretanto, é entre 1961 e 1974 que a Real Companhia Velha conhece um dos seus períodos de maior expansão que conduziu a profundas alterações, procedeu-se à mudança das instalações da sede; renovação de equipamento; expansão dos negócios, modernização tecnológica da vinificação; preparação, tratamento e conservação dos vinhos.

 

Já na década de 90, assiste-se à evolução da viticultura moderna, através da adopção de novas técnicas e procedimentos culturais que revolucionaram a gama de vinhos da empresa.

 

Em 2006 a Real Companhia Velha celebrou 250 anos de existência e actividade incessante ao serviço do Vinho do Porto.

 

Nas caves centenárias da Real Companhia Velha e silêncio dos armazéns, o Vinho do Porto encontra-se em cascos de madeira nobre, por dez, vinte, trinta anos ou mais, de acordo com o tempo necessário para que cada Vinho do Porto atinja o seu ponto de maturação perfeito, em que a evolução da cor e do aveludar do paladar, consiste num processo de “oxidação” natural.

 

Real Companhia Velha Vinhos

Portes Gratis acima de 200

Pagamentos Seguros

Garantia de Qualidade

Satisfacao do Cliente