PORTES GRÁTIS A PARTIR DE 50€
| £ | $

Casa Ramos Pinto

Casa Ramos Pinto

NASCIDA PARA ACENDER OS SENTIDOS

Foi com 21 anos, em 1880, que Adriano Ramos Pinto fundou a empresa vinícola com o seu nome. Após a passagem da empresa a uma sociedade de quotas, que proporcionou a formação de uma equipa inovadora, assumiu no início do século XX a liderança do mercado brasileiro tornando-se responsável por metade da exportação de vinho para a América do Sul.

 

Pioneira na inovação e produtora de vinhos engarrafados de alta qualidade conquistou ainda apreciadores em Portugal e na Europa. Dedicando toda a sua vida a esta Casa, os seus vinhos ganharam notoriedade até aos dias de hoje devido à forte aposta na modernização das diferentes etapas do processo, bem como na investigação, dando especial atenção à embalagem e promoção.

 

Orgulhosamente e desde cedo a Casa Ramos Pinto assume uma política de produção própria elaborando os seus vinhos apenas com uvas provenientes das suas próprias Quintas. É devido a esta política que mantém uma produção de néctares de indubitável qualidade possuindo Quintas num total de 360 hectares na Região do Douro meticulosamente selecionados pelas suas especiais características.

 

Em 1990 a prestigiada Casa de Champange Roederer impulsionada por Jean-Claude Rouzaud adquire os Portos Ramos Pinto integrando desde então um Grupo com uma vasto legado de tradição e competência.

 

Casa Ramos Pinto Vinhos

SABIA QUE…

A Casa Ramos Pinto possui 4 Quintas na Região demarcada do Douro sendo esta denominadas por Bom Retiro, Urtiga, Bons Ares e Ervamoira.

 

A maior Quinta na posse da Casa Ramos Pinto possui 150 ha de vinha que variam entre os 110 metros e os 340 metros de altitude.

 

António Ramos Pinto, proprietário de uma casa de fotografias na cidade do Porto não resistiu ao desafio colocado pelo irmão e fundador da empresa de vinhos Adriano e passaram a formar uma dupla imbatível ficando a gestão comercial da firma a cargo de António.

 

O LBV mais antigo de que há registo no Instituto do Vinho do Douro e Porto (IVDP) data de 1927 e pertence à Casa Ramos Pinto.

 

Em 1981 foi apresentado por João Nicolau de Almeida, sobrinho de José Rosas administrador da Casa Ramos Pinto na altura, o único estudo científico realizado até a data sobre castas do Douro. Cinco das castas apresentadas continuam a ser reconhecidas nos dias de hoje, Touriga Nacional, Aragonês, Touriga Franca, Tinta Barroca e Tinto Cão.

 

Para além da utilização da técnica de plantação em patamares, a Casa Ramos Pinto decide inovar e opta pela plantação de vinha ao alto, de forma paralela as curvas de nível, mecanizando e rentabilizando o processo.

Portes Gratis acima de 200

Pagamentos Seguros

Garantia de Qualidade

Satisfacao do Cliente